Velocímetros digitais são mais precisos que os analógicos?

         Em um veículo com velocímetro convencional, existe uma diferença entre o indicado no mostrador e a velocidade real. E no caso de um velocímetro digital?

       Todos os velocímetros digitais ou analógicos (que possuem uma maior precisão na exibição da informação para o motorista, não no cálculo, que é feito da mesma forma), costumam ter um erro de leitura que registra a velocidade real.

        Nos testes de aferição feitos pela QUATRO RODAS, é comum registrarmos acréscimos de até 10% sobre o real – ou seja, a 100 km/h, o velocímetro poderia marcar 110 km/h no painel.

         Bem mais raros são os casos de velocímetros que exibem velocidades menores que as reais. Por motivos de segurança, não é permitido por lei indicar velocidade menor que a real acima de uma margem de 2%. Para que os motoristas sempre estejam igual ou abaixo da velocidade real (o que, além da questão da segurança, pode fazer a diferença entre tomar uma multa ou não), uma diferença é introduzida eletronicamente nos modelos digitais.

         E antes que se pense em comparar a velocidade real com a de um GPS comum, é importante saber que o uso desse aparelho nem sempre indica um número com total precisão devido a interferências, irregularidades do piso, aclives ou declives (onde a velocidade das coordenadas percorridas pelo carro no plano horizontal será menor que a velocidade real de rodagem) ou clareza do sinal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *